[ Enfermaria do QG - Cozinha ]

immortal-sieghart:

Achou por bem que era mais fácil esperar a loira voltar estando no andar de baixo, afinal de contas o quarto dela era no andar superior e não sabia quando voltaria. Então lembrou de suas trancinhas de alcaçus, por que não?

Voltou para a cozinha, achando o ruivo pelo caminho. Ergueu uma sobrancelha quando notou que ele ainda parecia bem machucado, ainda assim vagava por aí. - Ruivo. - Cumprimentou-o de sua própria maneira. - O que tá fazendo andando por aí parecendo uma múmia?

O lutador caçava pão no armário, quando ouviu a voz do imortal. O griffo já estava grande pra subir na mesa como antes, então ficou deitado do lado da mesa, observando os dois. Virou-se para o moreno, dando um sorriso. - Ah, olá Sieg. - Voltou a procurar o pão. - Digamos que eu apanhei um pouco na missão, e tive que ficar de cama por um tempo. Então cansei de ficar deitado e vim dar uma volta. - Finalmente achou o pão, pegando duas fatias e fechando o armário novamente, agora virando-se para o imortal novamente.

O moreno parecia muito mais interessado no pet do que no ruivo machucado escalando o armário, no entanto. Abaixou-se próximo dele, ameaçando tocar a ponta de seu bico. - Bacana seu amiguinho. Gente nova no pedaço faz bem. Qual o nome dele? Galinha frita? - Brincou, mas depois fez um carinho em suas penas, deixando claro que era tudo uma grande brincadeira, se ergueu então.

-Parece a Ruivinha. Chegaram os dois destruídos no QG. - Comentou. Deixou de lado toda a situação de Canaban em si, sabia pelo vendedor que ele estivera presente, mas estava firme em acreditar na palavra da líder. - Deve ter dado um trabalho mesmo. Tsc, essas crianças. - Ainda riu e depois foi pegar seu doce, o qual viera em busca de.

O griffo apenas levantou um olho para encarar o imortal. Nunca o tinha o visto, afinal. Com a piadinha, só fechou o olho, virando o bico no momento em que o moreno se aproximou para fazer carinho. Sabia que seres inferiores costumavam zombar dos seres superiores para tentar se igualar, mas no fim.

- Na verdade é Leo. - Deu uma risadinha com a reação do grifo. Não esperava algo diferente de seu mascote. - Elesis?! Ela está bem?! - Seu sorriso aumentou, e um grande alivio veio junto. Ao menos seus esforços não haviam sido em vão, se ela estava viva afinal. - Bom saber que ela sobreviveu… Nós quase morremos naquele deserto. - Suspirou, coçando a nuca. - Acho que se eu não tivesse conseguido correr até o barco, estaríamos mortos.

Saiu de lá, indo até a geladeira, parando antes para fazer um carinho em sua mascote.

-Leo. - Ele falou como se degustasse a palavra. - Mas ele não me lembra à um leão, no entanto. - Comentou e deu uma mordida em seu doce, ouvindo o que o ruivo falara. Ao menos ele tinha a decência de ficar preocupado com a Elesis. - Ela está bem. Bem quebrada, mas vai sobreviver. - Falou deixando seu tom de preocupação bem escondido. 

Sorriu, enquanto pegava o queijo e um pouco de manteiga de amendoim. - Isso realmente me deixa aliviado. Espero que ela melhore logo… - E com mais um sorriso, começou a passar a manteiga no pão, após colocar duas fatias de queijo. Jin não sabia cozinhar, por isso fazia sanduíches ou apenas pegava um peixe/carne e assava. 

- Mesmo? Bom, grifos, pelo o que eu li, são a mistura de águia e leão. Eu adoro leões, e bem, digamos que sobre esse animal, eu e Leo temos em comum. - Deu uma olhada no mascote, que praticamente dormia ali. Estava cansado, passou boa parte da semana acordado observando seu dono. O lutador disse isso devido ao seu apelido dentre os cavaleiros de Prata, Leão Vermelho.

(Fonte: jin-kaien)

[ Enfermaria do QG - Cozinha ]

immortal-sieghart:

jin-kaien:

immortal-sieghart:

jin-kaien:

Finalmente, haviam passado alguns dias já desde que chegara. Estava bom o suficiente para andar por ai. Todo enfaixado ainda, levantou-se com a ajuda do Griffo, que o usou como apoio. O mesmo aliás, parecia aumentar a cada dia que passava. Era engraçado de se ver. Enfim, saiu da cama e começou a andar, em um ritmo calmo, não podia abusar.

Fome…

Se dirigiu para a cozinha, ainda com a ajuda do griffo, para comer. Depois, iria querer tomar banho. Os banhos que estava tomando eram só com sabão e pano, então. 

Achou por bem que era mais fácil esperar a loira voltar estando no andar de baixo, afinal de contas o quarto dela era no andar superior e não sabia quando voltaria. Então lembrou de suas trancinhas de alcaçus, por que não?

Voltou para a cozinha, achando o ruivo pelo caminho. Ergueu uma sobrancelha quando notou que ele ainda parecia bem machucado, ainda assim vagava por aí. - Ruivo. - Cumprimentou-o de sua própria maneira. - O que tá fazendo andando por aí parecendo uma múmia?

O lutador caçava pão no armário, quando ouviu a voz do imortal. O griffo já estava grande pra subir na mesa como antes, então ficou deitado do lado da mesa, observando os dois. Virou-se para o moreno, dando um sorriso. - Ah, olá Sieg. - Voltou a procurar o pão. - Digamos que eu apanhei um pouco na missão, e tive que ficar de cama por um tempo. Então cansei de ficar deitado e vim dar uma volta. - Finalmente achou o pão, pegando duas fatias e fechando o armário novamente, agora virando-se para o imortal novamente.

O moreno parecia muito mais interessado no pet do que no ruivo machucado escalando o armário, no entanto. Abaixou-se próximo dele, ameaçando tocar a ponta de seu bico. - Bacana seu amiguinho. Gente nova no pedaço faz bem. Qual o nome dele? Galinha frita? - Brincou, mas depois fez um carinho em suas penas, deixando claro que era tudo uma grande brincadeira, se ergueu então.

-Parece a Ruivinha. Chegaram os dois destruídos no QG. - Comentou. Deixou de lado toda a situação de Canaban em si, sabia pelo vendedor que ele estivera presente, mas estava firme em acreditar na palavra da líder. - Deve ter dado um trabalho mesmo. Tsc, essas crianças. - Ainda riu e depois foi pegar seu doce, o qual viera em busca de.

O griffo apenas levantou um olho para encarar o imortal. Nunca o tinha o visto, afinal. Com a piadinha, só fechou o olho, virando o bico no momento em que o moreno se aproximou para fazer carinho. Sabia que seres inferiores costumavam zombar dos seres superiores para tentar se igualar, mas no fim.

- Na verdade é Leo. - Deu uma risadinha com a reação do grifo. Não esperava algo diferente de seu mascote. - Elesis?! Ela está bem?! - Seu sorriso aumentou, e um grande alivio veio junto. Ao menos seus esforços não haviam sido em vão, se ela estava viva afinal. - Bom saber que ela sobreviveu… Nós quase morremos naquele deserto. - Suspirou, coçando a nuca. - Acho que se eu não tivesse conseguido correr até o barco, estaríamos mortos.

Saiu de lá, indo até a geladeira, parando antes para fazer um carinho em sua mascote.

[ Enfermaria do QG - Cozinha ]

immortal-sieghart:

jin-kaien:

Finalmente, haviam passado alguns dias já desde que chegara. Estava bom o suficiente para andar por ai. Todo enfaixado ainda, levantou-se com a ajuda do Griffo, que o usou como apoio. O mesmo aliás, parecia aumentar a cada dia que passava. Era engraçado de se ver. Enfim, saiu da cama e começou a andar, em um ritmo calmo, não podia abusar.

Fome…

Se dirigiu para a cozinha, ainda com a ajuda do griffo, para comer. Depois, iria querer tomar banho. Os banhos que estava tomando eram só com sabão e pano, então. 

Achou por bem que era mais fácil esperar a loira voltar estando no andar de baixo, afinal de contas o quarto dela era no andar superior e não sabia quando voltaria. Então lembrou de suas trancinhas de alcaçus, por que não?

Voltou para a cozinha, achando o ruivo pelo caminho. Ergueu uma sobrancelha quando notou que ele ainda parecia bem machucado, ainda assim vagava por aí. - Ruivo. - Cumprimentou-o de sua própria maneira. - O que tá fazendo andando por aí parecendo uma múmia?

O lutador caçava pão no armário, quando ouviu a voz do imortal. O griffo já estava grande pra subir na mesa como antes, então ficou deitado do lado da mesa, observando os dois. Virou-se para o moreno, dando um sorriso. - Ah, olá Sieg. - Voltou a procurar o pão. - Digamos que eu apanhei um pouco na missão, e tive que ficar de cama por um tempo. Então cansei de ficar deitado e vim dar uma volta. - Finalmente achou o pão, pegando duas fatias e fechando o armário novamente, agora virando-se para o imortal novamente.

[ Enfermaria do QG - Cozinha ]

Finalmente, haviam passado alguns dias já desde que chegara. Estava bom o suficiente para andar por ai. Todo enfaixado ainda, levantou-se com a ajuda do Griffo, que o usou como apoio. O mesmo aliás, parecia aumentar a cada dia que passava. Era engraçado de se ver. Enfim, saiu da cama e começou a andar, em um ritmo calmo, não podia abusar.

Fome…

Se dirigiu para a cozinha, ainda com a ajuda do griffo, para comer. Depois, iria querer tomar banho. Os banhos que estava tomando eram só com sabão e pano, então. 

tags: #[OPEN]

Lionis Set

[ Enfermaria do QG - Manhã/Dia ]

O ruivo, após a saída da asmodiana, ficou um tempo conversando com o griffo, mesmo sabendo que ele não responderia. Conversar com seu mascote é legal, sabe? É como se eles pudessem responder, porque o lutador sabia que ele era inteligente o suficiente para entender tudo. Por fim, acabou dorminho. E os dias meio que passavam assim mesmo, ele não podia andar, então ficava mofando. Via muito pouco o povo da GC, mas eles deveriam estar ocupados. Queria mesmo era saber sobre a ruiva Suspirou, coçando o cabelo. Estou cansado de ficar parado.

tags: #[open]
[ Enfermaria do QG - Noite ]

edna-gc:

jin-kaien:

edna-gc:

 

- Odeio ficar de cama. Mal posso me coçar direito. - Resmungou. Ele era praticamente hiperativo, nao conseguia ficar ali, sedentário, deitado o dia todo numa cama da enfermaria. Bufava a todo momento. Além de sentir um intenso calor, por estar coberto e com aquela roupa de hospital

- Oh, onde é que esta coçando? Talvez eu possa ajudar. - Ela abriu um sorriso meio maroto para o ruivo, deixando uma curta risada anasalada escapar.

Corou um pouco com isso. Bom, talvez se falasse alguma parte normal que qualquer um poderia coçar.. Ele precisava de ajuda, mas tinha partes que simplesmente não. Engoliu em seco. O griffo achava graça em todo esse nervosismo do ruivo com as garotas, e ficou no canto da cama, observando.

- M-Minhas costas, e um pouco da perna também… - Disse, um pouco baixo.

- Será que consegue se virar um pouco? Eu não consigo te ajudar com você nessa posição. - E novamente aquele sorriso maroto se fazia presenta no rosto de Edna, era engraçado ver ele todo acanhado por uma coisa tão simples.

Ele se virou então, meio sem jeito. Ainda que estava vestindo uma camiseta, mas ainda sim, era aberta na região dos glúteos. Mas, estava usando uma cueca.

Ela soltou uma risada baixa e Blu voltou por uns instantes o olhar pra ela, logo voltando a prestar atenção no grifo. Enquanto isso Edna ia passando as unhas de forma delicada pelas costas de Jin, não deixando de encarar aquela região baixa do ruivo, é claro.

Mordeu o lábio levemente ao sentir a unha da garota passando por suas costas. Aquilo lhe deixava arrepiado… Não tinha certeza se as massagens eram assim, mas ela era asmodiana, talvez, lá na dimensão dela fosse assim…? Decidiu não falar nada, se ajeitando na maca.

[ Enfermaria do QG - Noite ]

edna-gc:

 

- Odeio ficar de cama. Mal posso me coçar direito. - Resmungou. Ele era praticamente hiperativo, nao conseguia ficar ali, sedentário, deitado o dia todo numa cama da enfermaria. Bufava a todo momento. Além de sentir um intenso calor, por estar coberto e com aquela roupa de hospital

- Oh, onde é que esta coçando? Talvez eu possa ajudar. - Ela abriu um sorriso meio maroto para o ruivo, deixando uma curta risada anasalada escapar.

Corou um pouco com isso. Bom, talvez se falasse alguma parte normal que qualquer um poderia coçar.. Ele precisava de ajuda, mas tinha partes que simplesmente não. Engoliu em seco. O griffo achava graça em todo esse nervosismo do ruivo com as garotas, e ficou no canto da cama, observando.

- M-Minhas costas, e um pouco da perna também… - Disse, um pouco baixo.

- Será que consegue se virar um pouco? Eu não consigo te ajudar com você nessa posição. - E novamente aquele sorriso maroto se fazia presenta no rosto de Edna, era engraçado ver ele todo acanhado por uma coisa tão simples.

Ele se virou então, meio sem jeito. Ainda que estava vestindo uma camiseta, mas ainda sim, era aberta na região dos glúteos. Mas, estava usando uma cueca.

[ Enfermaria do QG - Noite ]

edna-gc:

 

- Tenho certeza que ela está, tente não se preocupar com isso e tente descansar. - Ela levou a mão que estava sobre o peito de Jin até sua testa, e depois desceu por sua bochecha, fazendo um leve carinho no rosto do garoto com o dedão.

Sorriu para a asmodiana que tentava o acalmar, fechando o olho e dando um sorriso discreto. Um carinho ás vezes era tão bom… - Obrigado Edna. - E encarou-a, dando mais um sorriso e bocejando de forma tímida. E Amy, onde será que anda minha diva? Faz tempo que não a vejo… Enquanto pensava, coçou levemente o lábio. Sentia coceira em várias partes do corpo, devido a falta de movimento, mas se fosse coçar iria ser pior. Estava todo fudido.

- Agora tenta descansar pelo menos um pouquinho. - Edna apertou levemente a bochecha do ruivo e então olhou ao redor, talvez fosse bom dar algum remedio pra dor a ele, ou talvez não. Enquanto isso Blu estava sentada na cama encarando o grifo com um rostinho ainda meio sonolento. 

- Odeio ficar de cama. Mal posso me coçar direito. - Resmungou. Ele era praticamente hiperativo, nao conseguia ficar ali, sedentário, deitado o dia todo numa cama da enfermaria. Bufava a todo momento. Além de sentir um intenso calor, por estar coberto e com aquela roupa de hospital

- Oh, onde é que esta coçando? Talvez eu possa ajudar. - Ela abriu um sorriso meio maroto para o ruivo, deixando uma curta risada anasalada escapar.

Corou um pouco com isso. Bom, talvez se falasse alguma parte normal que qualquer um poderia coçar.. Ele precisava de ajuda, mas tinha partes que simplesmente não. Engoliu em seco. O griffo achava graça em todo esse nervosismo do ruivo com as garotas, e ficou no canto da cama, observando.

- M-Minhas costas, e um pouco da perna também… - Disse, um pouco baixo.

[ Enfermaria do QG - Noite ]

edna-gc:

 

- Tente não falar muito, docinho, parece que a missão foi meio difícil. - Edna disse enquanto avaliava melhor o estado de Jin, o ruivinho estava muito, muito machucado mesmo. - Eu não a vi, mas ela deve estar bem, não se preocupe. -

Ele assentiu, murmurando outro obrigado. - Maldito escaravelho… - Resmungou, dando um forte suspiro em seguida, encostando bem a cabeça no travesseiro. - Espero que ela esteja bem. - E então encostou lentamente em seus cabelos, bagunçando-os levemente. O mínimo movimento mais brusco poderia o machucá-lo ainda mais.

- Tenho certeza que ela está, tente não se preocupar com isso e tente descansar. - Ela levou a mão que estava sobre o peito de Jin até sua testa, e depois desceu por sua bochecha, fazendo um leve carinho no rosto do garoto com o dedão.

Sorriu para a asmodiana que tentava o acalmar, fechando o olho e dando um sorriso discreto. Um carinho ás vezes era tão bom… - Obrigado Edna. - E encarou-a, dando mais um sorriso e bocejando de forma tímida. E Amy, onde será que anda minha diva? Faz tempo que não a vejo… Enquanto pensava, coçou levemente o lábio. Sentia coceira em várias partes do corpo, devido a falta de movimento, mas se fosse coçar iria ser pior. Estava todo fudido.

- Agora tenta descansar pelo menos um pouquinho. - Edna apertou levemente a bochecha do ruivo e então olhou ao redor, talvez fosse bom dar algum remedio pra dor a ele, ou talvez não. Enquanto isso Blu estava sentada na cama encarando o grifo com um rostinho ainda meio sonolento. 

- Odeio ficar de cama. Mal posso me coçar direito. - Resmungou. Ele era praticamente hiperativo, nao conseguia ficar ali, sedentário, deitado o dia todo numa cama da enfermaria. Bufava a todo momento. Além de sentir um intenso calor, por estar coberto e com aquela roupa de hospital